sábado, junho 22, 2024

InícioNotíciasMPF e Governo fazem acordo e preserva Vazio Sanitário e reforça combate...

MPF e Governo fazem acordo e preserva Vazio Sanitário e reforça combate à Ferrugem Asiática

- Anúncio -

Em uma ação conjunta para proteger a agricultura nacional e o meio ambiente, o Ministério Público Federal (MPF) e a Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA), vinculada ao Ministério da Agricultura e Pecuária (MAPA), estabeleceram um acordo crucial. O pacto assegura que não haverá alterações no período do vazio sanitário destinado ao controle da Ferrugem Asiática sem o devido suporte técnico, conforme estipulado no artigo 10 da Portaria SDA/MAPA nº 865.

A decisão visa prevenir a flexibilização do calendário de plantio da soja e do vazio sanitário, práticas que têm sido motivo de discórdia entre diferentes segmentos do agronegócio brasileiro. O MPF alerta que mudanças precipitadas no cronograma podem acarretar um aumento no uso de fungicidas e potencializar a resistência da praga aos tratamentos existentes.

Entre em nosso grupo do WhatsApp  Clique aqui

O acordo reforça o comprometimento dos órgãos envolvidos com práticas de agricultura sustentável e a salvaguarda ambiental. A iniciativa também promove o diálogo entre as diversas partes do setor agropecuário, buscando soluções harmoniosas para os desafios enfrentados.

Instagram: @gncomunicacao/

Detalhes do Acordo:

  • Alterações Cautelosas: Mudanças no calendário da soja serão permitidas somente em circunstâncias excepcionais, mediante comprovação por estudos e dados empíricos que justifiquem a necessidade e confirmem a segurança ambiental.
  • Definição de Excepcionalidade: O MAPA deverá detalhar as condições específicas que justificariam tais alterações.
  • Aprimoramento Normativo: O MPF sugere a complementação da Portaria SDA/MAPA nº 865 para esclarecer as situações que permitem a flexibilização do vazio sanitário e do calendário de plantio.
  • Vigilância do MPF: Um novo procedimento administrativo foi instaurado pelo MPF em Mato Grosso para monitorar as mudanças na portaria e assegurar a execução do acordo.

Facebook: @gncomunicacaoenoticia

O objetivo é instituir um processo rigoroso para a análise de pedidos de flexibilização do vazio sanitário e do período de plantio, garantindo fundamentação técnica sólida que evidencie a excepcionalidade e a inexistência de danos ao ambiente.

A procuradora da República, Marianne Cury Paiva, responsável pela recomendação, enfatiza que a excepcionalidade deve ser embasada em evidências técnicas que minimizem os riscos ambientais e assegurem a eficácia das medidas contra a ferrugem asiática.

Se inscreva no canal GN TV Online no YouTube –  Clique aqui e ative o sininho em TODAS.

Em um caso recente, o MAPA autorizou o plantio antecipado de soja em Mato Grosso, a partir de 1º de setembro de 2023, após solicitação da Associação Mato-grossense dos Produtores de Algodão (Ampa), com o intuito de reduzir os riscos climáticos para a segunda safra de algodão. Contudo, o MPF ressalta a importância de definir claramente as condições excepcionais que levam a alterações no calendário agrícola.

Via: Pensar Agro

GN Comunicação e Notícias
GN Comunicação e Notíciashttps://gncomunicacaoenoticias.com.br
Conte com nossa equipe de redação para divulgar notícias da região.
OUTRAS NOTÍCIAS
- Anúncio -

- Anúncio -

- Anúncio -

- Anúncio -

- Anúncio -

Mais notícias

Recent Comments