quinta-feira, julho 18, 2024

InícioNotíciasGovernador de estado dos EUA aprova pena de morte para condenados por...

Governador de estado dos EUA aprova pena de morte para condenados por estupro de criança

- Anúncio -

Estado do Tennessee promove lei que pode pressionar a Suprema Corte do país

O estado do Tennessee, nos Estados Unidos, aprovou uma lei que permite a pena de morte em condenações para estupro de crianças. A lei entra em vigor no dia 1º de julho, mas não poderá ser executada devido a uma decisão da Suprema Corte, assinada em 2008.

Entre em nosso grupo do WhatsApp  Clique aqui

A nova lei, assinada pelo governador republicano Bill Lee em maio deste ano, autoriza o Estado a impor a pena para os crimes de estupro e estupro agravado de menores, que também podem ser sentenciados à prisão perpétua sem possibilidade de condicional.

A decisão tomada em 2008, no caso Kennedy, ficou marcada pela anulação dos casos de pena de morte em todo o território nacional. Patrick O’neall Keneddy recebeu a penalidade em 2003, após ser condenado pelo estupro de sua enteada de apenas oito anos. Ele recorreu a sentença.

Se inscreva no canal GN TV Online no YouTube –  Clique aqui e ative o sininho em TODAS

Com isso, os Estados Unidos não permitem que os condenados por este tipo de crime sejam executados, concluindo que esta pena só pode ser aplicada para indivíduos que cometeram assassinatos.

Instagram: @gncomunicacao/

Apesar da lei não ter permissão para ser executada, alguns legisladores do estado esperam que a decisão pressione a Suprema Corte, composta em sua maioria por conservadores, a revisarem a proibição da pena para crimes de estupro.

Facebook: @gncomunicacaoenoticias

Esta não é a primeira vez que um estado americano questiona a decisão. Em 2023 o governador da FlóridaRon DeSantis, decretou uma lei semelhante que tornava os abusadores elegíveis para a execução, com pena mínima de prisão perpétua sem liberdade condicional.

GN Comunicação e Notícias
GN Comunicação e Notíciashttps://gncomunicacaoenoticias.com.br
Conte com nossa equipe de redação para divulgar notícias da região.
OUTRAS NOTÍCIAS
- Anúncio -

- Anúncio -

- Anúncio -

- Anúncio -

- Anúncio -

Mais notícias

Recent Comments