sábado, julho 20, 2024

InícioNotíciasMarinha expulsa navio alemão que espionava águas brasileiras

Marinha expulsa navio alemão que espionava águas brasileiras

- Anúncio -

Embarcação lançou equipamentos de pesquisa próximo à costa do país

ragata independência em patrulhamento naval na área conhecida como Elevação do Rio Grande | Foto: Foto: Divulg

A informação foi confirmada pelo almirante de esquadra Marcos Sampaio Olsen, comandante da Marinha do Brasil. Ele disse que o navio não pertence à Marinha da Alemanha, mas, sim, a um instituto de pesquisa.

“Eu fui informado da presença de um navio de pesquisa alemão, num comportamento anômalo dentro daquela capacidade de gerenciamento que nós temos hoje, e esse navio passou a atracar em Montevidéu”, disse durante participação em uma audiência no Senado na quinta-feira 4.

“Eu determinei o suspender de uma fragata para que se dirigisse para a região da Elevação de Rio Grande”, explicou.

De acordo com o comandante, o navio alemão saiu de Montevidéu e foi até a área, onde lançou equipamentos de pesquisa no leito e no subsolo marinho. O fato contraria o entendimento da Convenção das Nações Unidas sobre o Direito do Mar (CNUDM), que prevê que somente o país costeiro detém o direito de realizar esse tipo de pesquisa em sua plataforma continental.

Navio deixa área depois de determinação da Marinha

Diante disso, a Marinha exerceu a soberania do Estado brasileiro, impedindo a realização de investigações científicas sem a devida autorização do governo federal.

“Então, a fragata entrou em comunicação com o navio e determinou que ele suspendesse a pesquisa”, afirmou o comandante. Ainda conforme Olsen, o navio alemão cumpriu imediatamente o pedido da Marinha brasileira. “Disse que entraria em contato com o governo, para que se fosse melhor esclarecido o fato.”

Via: Noticias no Mundo

GN Comunicação e Notícias
GN Comunicação e Notíciashttps://gncomunicacaoenoticias.com.br
Conte com nossa equipe de redação para divulgar notícias da região.
OUTRAS NOTÍCIAS
- Anúncio -

- Anúncio -

- Anúncio -

- Anúncio -

- Anúncio -

Mais notícias

Recent Comments