sábado, julho 20, 2024

InícioNotíciasDois policiais de reserva e outras 10 pessoas são presas suspeitas de...

Dois policiais de reserva e outras 10 pessoas são presas suspeitas de invadir fazenda em MT. Governador avisa que a Tolerância será zero contra invasão de terra

- Anúncio -

Grupo montou um estrutura milionária no local. Um dos policiais presos estava armado com um revólver, que foi apreendido junto com munições.

Carro e dois contêineres refrigerados, que seriam utilizados como alojamentos do grupo, foram apreendidos — Foto: Sesp-MT

Doze pessoas foram presas suspeitas de invadir uma fazenda localizada a 70 km de Ribeirão Cascalheira (MT), nesse sábado (20). O grupo suspeito de grilagem tem entre os membros três mulheres e nove homens, sendo dois policiais militares da reserva.

A Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesp-MT) disse que um dos policiais presos estava armado com um revólver, que foi apreendido junto com munições.

Uma carreta usada pelos criminosos também foi apreendida — Foto: Sesp-MT

Os policiais apreenderam também uma carreta, um carro e dois contêineres refrigerados, que seriam utilizados como alojamentos do grupo.

A ação, segundo a Sesp-MT, foi a quarta tentativa frustrada de invasão de terras na Região do Araguaia este ano.

De acordo com o secretário de Segurança Pública, César Roveri, o grande aparato encontrado no local mostra que os invasores eram pessoas com recursos.

Os suspeitos, veículos e equipamentos apreendidos foram levados para a Delegacia de Ribeirão Cascalheira.

Governador Mauro Mendes avisa que a Tolerancia será Zero contra invasão de terras

Em reunião no começo do mês, com representantes do setor produtivo, que demonstrou preocupação com retomada de invasões de terra em algumas regiões de Mato Grosso, como no Oeste, Araguaia e Nortão, o governador Mauro Mendes deixou claro que o Estado não vai tolerar tais práticas.

Ali estavam porta-vozes da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ), da Nelore, da Aprosoja, Acrimat e da Famato. Pecuaristas e agricultores saíram da audiência animados com o posicionamento do governador, que avisoou que o Estado tomará todas as medidas para preservar o direito de propriedade o que, por tabela, traz segurança jurídica para o setor.

Mauro avisa que o governo terá tolerância zero a qualquer tipo de invasão que atente contra a propriedade e já determinou ao secretário de Segurança Pública para agir duro nessa linha em defesa da legalidade.

Via: G1MT

GN Comunicação e Notícias
GN Comunicação e Notíciashttps://gncomunicacaoenoticias.com.br
Conte com nossa equipe de redação para divulgar notícias da região.
OUTRAS NOTÍCIAS
- Anúncio -

- Anúncio -

- Anúncio -

- Anúncio -

- Anúncio -

Mais notícias

Recent Comments