30 anos sem Freddy Mercury

30 anos sem Freddie Mercury! E quando a gente acha que sabe tudo sobre o líder do Queen, aparecem outras histórias de arrepiar, principalmente da força que ele teve mesmo sabendo que estava à beira da morte, por causa da Aids.

Anúncio

E nesta quarta, 24 de novembro, que marca exatas três décadas da perda da voz mais poderosa do rock – aos 45 anos de idade – uma lembrança do guitarrista Brian May corre o mundo.

“Freddie foi um grande cometa que passou por nós e deixou um rastro de luz que vai brilhar ainda por muitas décadas”, resumiu o guitarrista Brian May, do Queen.

Brian revelou que, tocado pela dor do amigo, escreveu a música The Show Must Go On, umas das últimas gravadas por Freddie, já bastante debilitado.

Ele mostrou para Mercury com medo que ele se recusasse a cantá-la, já que a melodia pedia uma interpretação em notas muito altas e exigiria um esforço enorme de Freddie, já bastante debilitado.

Porém, Mercury respondeu com determinação e animação: “Não se preocupe, querido, eu vou arrasar!”.

Na sequência, ele foi até o bar, tomou uma dose cavalar de vodca e partiu para o microfone para interpretar “The Show Must Go On”.

E foi “de prima”, como se diz aqui no Brasil. Mercury entregou a canção logo na primeira tentativa, uma das performances mais celebradas na carreira do cantor.

Via: Só Notícia Boa