sábado, julho 20, 2024

InícioNotíciasJudiciário realiza campanha de coleta de alimentos para os animais do Pantanal

Judiciário realiza campanha de coleta de alimentos para os animais do Pantanal

- Anúncio -

Uma grande corrente do bem para amparar os animais que sobreviveram ao incêndio do Pantanal mato-grossense tem sido formada por inúmeras pessoas. Para auxiliar nesta missão, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso, por meio do Núcleo Socioambiental, realizará campanha de arrecadação de alimentos. 

Pontos de coleta estarão à disposição de servidores e do público externo na sede do Tribunal de Justiça e nos fóruns de Cuiabá e Várzea Grande. As doações serão recolhidas todas as quartas-feiras, a partir da próxima semana (18 de novembro). Os alimentos devem estar em boas condições. 

Tudo que for coletado pelo Poder Judiciário será recolhido por um grupo de voluntários. Amigos que formaram o grupo “É o Bicho MT” têm desenvolvido ação de coleta de frutas para amenizar a triste situação em que se encontram os animais de um dos maiores biomas do planeta, que precisará de cerca de 50 anos para se recuperar. Em dias específicos o grupo recolhe as doações em pontos estratégicos de Cuiabá e levam até às ONG’s que estão trabalhando no Pantanal e distribuindo os alimentos nos locais onde os animais procuram por comida.

Os voluntários informam que as mangas são de grande importância aos animais, porém só serão recebidas aquelas que não estiverem amassadas ou podres. Frutas como mamão, melancia, melão, abacaxi, maçã, goiaba e caju são muito bem-vindas. Além das frutas, aceita-se também ovos, verduras como milho in natura, chuchu, abobrinha verde e mandioca. Lembrando que todas as doações devem estar com boa qualidade. 

Para atender a necessidade de manter a sobrevivência dos animais que estão em situação de vulnerabilidade, o presidente do TJMT, desembargador Carlos Alberto Alves da Rocha autorizou o recolhimento de mangas no prédio do TJ e nas demais unidades do Poder Judiciário de Mato Grosso para serem entregues ao grupo.

Mesmo com o início do período de chuvas a vegetação do Pantanal vai demorar um certo tempo para se recompor, ou seja, germinar e produz frutos. Até lá esse tipo de ação é de extrema importância para garantir a sobrevivência das espécies. 

Somente com a colaboração do maior número de pessoas para esta ação de arrecadação de frutas será possível manter o envio de alimentos até que o Pantanal recupere sua capacidade de alimentar sua fauna. 

Os voluntários fazem as coletas nos pontos espalhados por Cuiabá e entregam as doações no posto de atendimento emergencial a animais silvestres (PAEAS) para armazenamento e depois são entregues para ONGs parceiras que fazem a distribuição nos locais monitorados onde os animais mais procuram comida.

De acordo com o Laboratório de Aplicações e Satélites Ambientais (Lasa), de janeiro a setembro de 2020 foram consumidos pelo fogo uma área de 29% de todo o Pantanal, o equivalente a mais de 4 milhões de hectares em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul. 

Via: TJMT

GN Comunicação e Notícias
GN Comunicação e Notíciashttps://gncomunicacaoenoticias.com.br
Conte com nossa equipe de redação para divulgar notícias da região.
OUTRAS NOTÍCIAS
- Anúncio -

- Anúncio -

- Anúncio -

- Anúncio -

- Anúncio -

Mais notícias

Recent Comments