quinta-feira, julho 18, 2024

InícioNotícias‘As pessoas vão acreditar quando as notificações tiverem nomes’, diz secretário de...

‘As pessoas vão acreditar quando as notificações tiverem nomes’, diz secretário de saúde sobre coronavírus em MT

- Anúncio -

Da Redação

O secretário de Saúde de Mato Grosso, Gilberto Figueiredo, disse, durante coletiva nesta sexta-feira (24), que não há como prever quando será o pico do contágio do coronavírus (Covid-19) no estado.

No entanto, Figueiredo afirmou que as medidas de prevenção – como isolamento, uso de máscara e distanciamento social, são essenciais para o combate do Covid-19 no estado.

Ele voltou a criticar as pessoas que não acreditam na gravidade da doença e não levam a sério as medidas de prevenção.

‘As pessoas vão acreditar quando as notificações tiverem nomes. Aí é que vão ver que não estamos brincando, que tem que se tomar cuidado’, criticou o secretário.

Nessa semana o governo de Mato Grosso decretou novas medidas de prevenção à transmissão do coronavírus. Conforme divulgamos na matéria abaixo.

https://gncomunicacaoenoticias.com.br/2020/04/22/governo-de-mt-flexibiliza-decreto-e-permite-abertura-de-comercio-igrejas-e-aulas-podem-voltar-dia-05-de-maio/

Entre as novas medidas, o governo autorizou a volta das aulas presenciais em escolas e universidades a partir do dia 4 de maio, o funcionamento dos parques públicos e as atividades religiosas, que devem respeitar algumas restrições.

“Preferia que a população ficasse em casa por um ano, mas isso não é possível. Tem cidadão passando por dificuldades e os efeitos colaterais da pandemia avançam em áreas que não são mais só da saúde”, declarou o secretário.

Gilberto voltou a defender que, quem tem condições, permaneça a quarentena em casa.

“A flexibilização é para quem pode e para quem segue as medidas de segurança como máscara e distanciamento distanciamento de outras pessoas”, finalizou.

Casos em Mato Grosso

Mato Grosso tem 221 casos confirmados da Covid-19, conforme dados da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT), divulgados nesta quinta-feira (23). São 16 casos a mais do que o número registrado nessa quarta-feira (22), quando o estado registrou 205 casos.

O estado também já registrou oito mortes pela doença.

Fonte: G1MT

GN Comunicação e Notícias
GN Comunicação e Notíciashttps://gncomunicacaoenoticias.com.br
Conte com nossa equipe de redação para divulgar notícias da região.
OUTRAS NOTÍCIAS
- Anúncio -

- Anúncio -

- Anúncio -

- Anúncio -

- Anúncio -

Mais notícias

Recent Comments